ACESSIBILIDADE | ALTO CONTRASTE | MAPA DO SITE
TAMANHO DA FONTE: A- | A+

NOTÍCIAS Voltar >


ATA DA DÉCIMA NONA SESSÃO ORDINÁRIA DO SEGUNDO PERÍODO DO LEGISLATIVOATA DA DÉCIMA NONA SESSÃO ORDINÁRIA DO SEGUNDO PERÍODO DO LEGISLATIVO

Publicado em 12/12/2022, Por Câmara Municipal

Aos 12 (doze) dias do mês de dezembro de dois mil e vinte e dois, às dezenove horas, na Sala de Sessões da Câmara Municipal de Vereadores, reuniram-se os seguintes Vereadores: ADRIANO OLIVÉRIO NUNES DOS SANTOS, CARLOS ANTONIO VIVAN, FRANCISCO DE CARVALHO, HERMES CANCI, IRIA MARQUES DALCERO, JOÂO RIBEIRO DA SILVA, RUDINEI SPANHOL, VALMOR BOTTIN e VARLETE PAVAN DE VARGAS.  Presente na sessão também a Secretária Executiva e o Assessor Jurídico. Na forma regimental o Presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal, o Vereador Senhor Valmor Bottin deu por aberto os trabalhos da presente Sessão Ordinária, cumprimentando a todos os presentes, o Prefeito Municipal, o secretário da saúde, o Assessor Jurídico, a secretária, os colegas vereadores que estão em recesso e o Miguel convidando-os para fazer uma oração. Realizados os procedimentos iniciais, o Sr. Presidente pediu a secretária da Mesa Diretora que realizasse a leitura da Ata nº 018/2022 da Sessão Ordinária do dia dezessete de novembro de dois mil e vinte e dois.  Ata colocada em apreciação e votação foi aprovada por UNANIMIDADE. Na sequência a Secretária realizou a leitura da mensagem subscrita pelo chefe do Poder Executivo Municipal que encaminha os Projetos de Leis n°085 e 086 de 2022. Dando continuidade à sessão, o Presidente solicitou a Secretária da Mesa Diretora para que procedesse a leitura de ingresso do Projeto de Lei nº 085/2022 o qual “Abre Crédito suplementar no montante de 29.000,00(vinte e nove mil reais), aponta recursos e dá outras providências.” Projeto de Lei colocado em apreciação e votação foi aprovado por unanimidade. Dando continuidade a Secretária da mesa fez a leitura do Projeto de Lei nº086/2022 o qual tem por finalidade “Revoga disposição da Lei Municipal nº 1.683, de 09 de agosto de 2022 e dá outras   providências”. Projeto colocado em apreciação e votação foi aprovado por unanimidade. Na sequência foi passado ao grande expediente aonde o presidente solicitou ao Secretário da saúde para fazer uso da palavra a pedido do Vereador Francisco para que prestasse esclarecimentos sobre uma possível falta de medicação no Posto de Saúde. Na sequência o Secretário da Saúde Sr. Evandro Pomatti fez uso da palavra cumprimentando a todos os presentes, o Prefeito e expos que está fazendo o possível para não deixar faltar medicamentos, que o SUS exige um total de 75 itens e no posto tem cerca de 389 itens, em torno de 423 % à mais do exigido, porém salienta que nem sempre as distribuidoras tem matéria prima disponível então as vezes poderá faltar algum tipo. E informa que já mandou vário ofícios para a coordenadoria avisando sobre a falta de medicação .Na sequência a Vereadora Varlete fez uso da palavra expondo que esse assunto para ela é bem importante e que na outra administração também exigia explicação sobre falta de medicação especialmente os medicamentos controlados , mas que nessa administração falou com um paciente que faz uso dessa medicação e que por enquanto não faltou e agradece quem cobrou do  vereador Francisco pois lembraram dela como uma vereadora que trabalha e luta pelas coisas certas. Na sequência o vereador Francisco fez uso da palavra cumprimentando os colegas vereadores, plateia, o prefeito e enfatiza que faz essas cobranças pois ele é cobrado e se não se procura uma resposta os munícipes falam que os vereadores não fazem nada, coloca que não quer prejudicar o secretário nem o prefeito só cobra em nome do povo e assim se esclarece os fatos .Dando continuidade o Sr. Prefeito Danilo fez uso da palavra complementando as palavras do secretário e expõe que a secretaria da saúde é uma das mais cobradas e que é impossível nunca faltar nenhum medicamento pois as vezes até acertar um tipo de remédio para a pessoa ficar bem precisa fazer várias trocas e nem sempre tem todos os remédios e que as vezes a pessoa precisa de oito tipo conseguem sete e falta somente um mas mesmo assim reclama. Na sequência o presidente Valmor fez uso da palavra agradecendo o patrão do CTG Cavalo Branco pelo belo rodeio que teve, foi um sucesso, não só o patrão, mas todo mundo que trabalhou junto e a administração por ter cedido as máquinas e os funcionários. Dando continuidade a vereadora Iria fez uso da palavra cumprimentando Sr. Presidente, colegas vereadores(as) prefeito secretário e demais presentes, e salienta que sempre teve e sempre vai ter problemas na secretaria da saúde, nunca se contenta todo mundo. Salienta que tem familiares que moram em municípios vizinhos e que a situação nesses municípios é bem precária que muitas vezes o secretário daqui teve que ajudar seus familiares e a anos está sendo assim .Na sequencia o vereador Carlos Vivan fez uso da palavra cumprimentando os colegas vereadores(as), prefeito, secretário da saúde e plateia, primeiramente parabenizar o secretário da saúde pelos esclarecimentos, e a patronagem do CTG Cavalo Branco e sua equipe e o pessoal da artística pela magnitude do rodeio porém contesta alguns ocorridos e como vereador tem a obrigação de falar no intuito de acontecer melhoramentos. Referiu ainda que muitas obras públicas quando foram edificadas apenas analisaram o seu lado estético e não primaram pela sua funcionalidade citando expressamente os banheiros do parque os quais segundo o mesmo estavam imundos no evento, capela mortuária, escola Padre Benício, o asfalto, referiu por  fim que a população de São Jorge não pode pagar o mesmo valor de ingresso que as pessoas que vem de fora, por ser o Parque Municipal e o Município ter disponibilizado um valor para a realização do evento. O vereador Francisco por sua vez também manifestou sua indignação com a higiene dos banheiros do parque na data do evento e a conduta de determinados seres humanos. Na sequencia o vereador Adriano agradeceu o patrão do CTG pelo evento, referiu que isso ocorre em grandes eventos e parabenizou a secretária da educação e o prefeito pela formatura das crianças e pede desculpas por não tê-los convidado para a janta. Não houveram comunicados gerais. Por fim, ficou determinada que a data da próxima sessão é para o dia vinte e um de dezembro de 2022, às 19:00hs. Nada mais havendo a tratar, a presente ata é lida, aprovada e passa a ser assinada pelos presentes. SALA DAS SESSÕES DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO JORGE/RS, AOS DOZE DIAS DO MÊS DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E VINTE E DOIS.




Compartilhar: FACEBOOK



CLIMA E TEMPO